in jives, true blood, vampiros

Sangue verdadeiro

  1. Robson Assis
    bigblackbastard A seguir, minhas constatações menores sobre True Blood 22 Sep 2010 from Echofon
  2. Robson Assis
    bigblackbastard A protagonista está doentiamente inserida naquele parada dos filmes de terror de correr atrás do perigo e não o contrário 22 Sep 2010 from Echofon
  3. Robson Assis
    bigblackbastard O caipira imbecil estilo ‘Os Gatões’ tenta ser engraçado, mas apenas cumpre com louvor seu papel de panaca limitado 22 Sep 2010 from Echofon
  4. Robson Assis
    bigblackbastard Na época da série, a humanidade vive uma espécie de apartheid de vampiros legal pra teorizar (lookin’ the bright side) 22 Sep 2010 from Echofon
  5. Robson Assis
    bigblackbastard Os vampiros não são bonzinhos e, embora sejam fortes e assassinos, não tem uma palavra forte que as pessoas obedeçam. Pique Dorival 22 Sep 2010 from Echofon
  6. Robson Assis
    bigblackbastard Os personagens são forçadamente caipiras do naipe ‘you know, I like kids…& donuts’ 22 Sep 2010 from Echofon

this quote was brought to you by quoteurl

Sério, estou assistindo True Blood por recomendação da Denise. É meio que um The O.C caipira e com vampiros, até onde minha limitação em conhecimento de séries pode me levar. Apesar de toda essa descrença nos tweets, posso dizer que cada personagem poderia facilmente ter uma série exclusiva sobre sua história.

Na verdade, minha sensação é a de que o diretor criou a parada com tanto entusiasmo, naquele melhor estilo Precious: Ela vai ser negra, não, não… Ela vai ser negra e ter uma mãe alcoólatra, não, não, espera. Ela vai ser negra, ter uma mãe alcoólatra e cristã, com um demônio no corpo. Ela vai mascar chicletes em todas as cenas e vai ter um primo. Sim, um primo, saca só. O cara vai ser bissexual, negro, fazer trabalhos eróticos pra gente famosa e vai ter um site de pornografia. Isso, isso!

E não inventei nada, tudo isso realmente existe na série.

Recomendo, dá pra perder boas horas com os Lestats amorosos e inadequados desta década. Bram Stoker chora, as meninas regozijam.

Comments are closed.