in bial, big brother, entretenimento, jives

É pouca zuera?

Eu não assisto Big Brother. Algumas decisões a gente toma partido por ideologia, outras por decência, outras por pânico. Essa é por indiferença. Eu nunca vou entender o motivo de boa parte da população se interessar tanto por relações pessoais de estranhos (e, a propósito, que tiozinho estranho aquele afeminado tentando provar que é o ser vivo mais feliz do universo a cada trinta segundos. Não sei o nome, supere).

Toda essa introdução desnecessária pra dizer que ontem eu assisti um trecho do programa e resetei minha senha do Gifsoup só pra deixar registrado esse momento mágico do entretenimento brasileiro (acima).

  1. A Tv brasieleira ainda insiste em acertar na carência da grande massa, uma bela casa, uma bela aparência, possibilidade de receber uma bela grana… a carência desses recursos, faz com que a fantasia tenha um grande efeito na ilusão popular e com isso a Rede Globo arrecada milhões com marketing de produtos que inconscientemente as pessoas são influênciadas a comprar, e assim seguem todos os anos de janeiro a abril… e nós seguimos nos contorcendo com as lorotas filosóficas cuspidas pela Pedro Bial que na minha opinião, deve viver no filtro solar 24 horas por dia. Oremos…

Comments are closed.