in inferno astral, jives

Inferno Astral, a brand new season

Nunca me disseram que eu podia sonhar. Acho que isso foi fundamental para que eu crescesse sem grandes obsessões. Descobri isso de uma maneira um pouco pesada demais que, afinal, é o melhor jeito de aprender. Não vou contar toda a história, mas posso dizer que envolve a Denise, condomínios de luxo dos Jardins e uma carta.

Ultimamente, o que tem me atormentado a mente são as respostas que não consigo dar para auto questionamentos até simples demais. É a perfeita ironia concretizada daquelas perguntas que me faziam nas entrevistas “onde você se enxerga daqui há cinco anos?”, ou “me fala que é o Robson Assis?”, ou “quais são seus planos pra vida, afinal?”. Max Gehringer manda lembranças com um sorrisinho sacana no canto da boca.

Daí que o inferno astral desta temporada está me trolando de forma que ninguém mais possa perceber. Por enquanto, vamos lidando relativamente bem. Aguardem os próximos episódios.