in gatos

Pormenores

Opa, mas é claro que escreverei quatro posts na sequência, tendo em vista que estou de férias fuck the police (e um agradecimento especial a Shhhu Caldas que me cobrou veementemente a periodicidade que eu prometi).

Portanto este é o segundo, apenas repleto de pormenores para dizer que Tyler quebrou o vidro da porta da varanda (gatos são específicos quando o assunto é quebrar coisas). Eu presumo que tenha sido Tyler porque (a) sempre é culpa dele (b) ele transformou a sala num ginásio de treinamento para as Olimpíadas dos Pets que acontecem em vai saber quando, uma vez que acabei de inventar o evento e (c) é sempre culpa dele.

Marla está cansada de tanta molecagem, quer apenas a sorte de uma mochila deitada no chão para acomodar suas patas, mas não, tem um irmão que derruba de cadeiras a equipamentos tecnológicos e ainda caga deliberadamente no chão da cozinha.

Não me entenda errado, Tyler é o mais fofo dos dois, quando está com preguiça e/ou simpático com as visitas (embora ele só tenha realmente conhecido meus pais, por ser este gato medroso que se escondia debaixo da cama quando ainda cabia lá e tinha mais alguém em casa) ou ainda quando deita sobre a minha face fazendo com que na manhã seguinte eu tenha mais pelos de gato no meu organismo do que ele nas costas. Porém, é o black block dos gato™ e necessita de intervenção do Estado.

Outro pormenor bom de contar é que hoje eu trouxe duas caixas de papelão do Sujão (meu fraterno apelido ao Ricoy de Cajamar) e agora Tyler está praticando salto ornamental nesta madrugada nada menos que fabulosa.

Tyler é Brasil nas Olimpíadas.