Notepad

Ok, amigos, acabei de perder um texto legal só porque teimo em usar o bloco de notas do computador, que só tem um Ctrl+Z, por uma imbecilidade sem tamanho do pilantra que criou isso. Deve ter sido o mesmo cara que deu a idéia do botão Insert pro teclado, para o qual até hoje tento descobrir alguma utilidade.

Procura-se

Procura-se meu espirituosismo. Sumiu semana passada depois de ter ido à padaria comprar cigarros.

O que me faz pensar: Será que as pessoas que dizem ‘vou na padaria comprar cigarros’ e nunca mais voltam realmente passam pela padaria? Não faz sentido cumprir sua mentira, se você quer fugir de qualquer maneira. Seria a padaria uma espécie de limbo moral em que as pessoas decidem se abandonam ou não suas vidas medíocres, seja elas quais forem?

Mas bem, eu falava do meu espirituosismo…

Aconteceu quando a empresa de manutenção veio consertar o ar condicionado que fica sobre minha cabeça. Enquanto um dos fulanos subia a escada, o outro apoiava e, por acaso, bisbilhotava meu bloco de notas enquanto eu escrevia um texto qualquer para este blog.

E eu, que não admito leitores em tempo real, fechei o arquivo sem concluir o raciocínio.

Exatamente como neste texto.